Blog

nome do post A relação entre sono e Alimentação Escrito por: adm
Nutrição 14 de Junho de 2015

Dormir bem tem uma estreita relação com a alimentação. De nada adianta praticar exercícios físicos, comer bem e depois não ter uma boa noite de sono. Mas que fique claro, a qualidade do sono não está ligado com uma quantidade exata de horas dormidas e sim com a capacidade de descansar realmente. Não vou me detalhar aqui, porque ficaria muito extenso, mas existe uma série de fatores, dentre eles hormonais que estariam aumentados ou diminuidos, quando temos uma boa ou má noite de sono. E estas e outras alterações influenciam até na qualidade do sono. Enquanto dormimos, diminuímos a produção de cortisol e adrenalina, o que colabora para o controle do estresse e também conseguimos perder peso, pois produzimos a leptina que nos dá saciedade, hormônio muito importante e bastante produzido durante o sono. Se não dormimos bem, temos tendência a engordar, aumentar as taxas de gordura e açúcares no sangue, não crescer adequadamente (pois produzimos GH, que além de nos fazer crescer, é um hormônio anabólico que controla o ganho de massa muscular e a queima de gordura), não conseguir amamentar bem, ter pressão arterial mais alta, ter maior risco de doenças cardíacas e vasculares, destacando-se acidente vascular cerebral, infarto agudo do miocárdio, impotência sexual, dentre outros problemas. Além desses problemas, não ter um sono de qualidade implica em uma maior dificuldade no ganho de massa muscular, queima da massa gorda, uma menor fixação da memória, redução da qualidade do sistema imunológico e aumento do cortisol (que por sua vez, quando alto, baixa a imunidade, a queima do músculo e aumenta a gordura). Separamos algumas dicas de alimentos que seria interessante incluir na sua alimentação para suavizar os efeitos, além de serem saudáveis e repletos de ótimas propriedades: - alimentos ricos em vitamina B¨, Cálcio, magnésio, vitamina D, fibras, proteínas e aminoácido triptofano, são importantes para a formação da serotonina, são exemplos de fontes destas substâncias como, peixes (salmão e atum), arroz jasmin, leite, iogurte, grãos integrais, couve, banana e aveia. Sabe aquela máxima das nossas avós e mães, toma leite quentinho pra dormir ou desliga essa televisão ( barulho e escuro), elas tinham razão!

Compartilhe:
Comentários